Otros servidores Arquero

Celulite

02_celulitisA gordura se reparte homogeneamente em duas capas finas: uma superficial e outra profunda e separadas pela aponeurose superficial; situa-se entre tabiques ou trabéculas pouco elásticas que vão do músculo à pele, percorrendo vasos e nervos.

Na obesidade o excesso de gordura se reparte por todo o corpo e normalmente isso se deve a um excesso de comida, pouca atividade física, ou a alterações hormonais (disfunção neuro-hormonal).

Lipodistrofia é como denominamos a obesidade localizada em uma zona determinada. A concentração de gordura em uma ou outra zona tem um caráter familiar (congênito), depende especialmente do sexo, mudanças hormonais, tipo de alimentação e falta de exercício físico. Um exemplo típico são os “pneusinhos” que, independente do grau de obesidade, geralmente aparecem em mulheres magras, na puberdade.

A chamada celulite está relacionada a um aumento da pressão da gordura dentro das células formadas pelas trabéculas. Estas, que possuem pouca elasticidade, atuam como colunas a medida que a pele vai formando protuberâncias semelhantes a cúpulas.

Essas irregularidades formadas na superfície cutânea diferem daquelas provocadas pela flacidez que, sem haver aumento de gordura nem de pressão, provoca retrações nas zonas de inserção das trabéculas semelhantes as ocasionadas pela celulite.

O aspecto avultado da celulite é resultado de um armazenamento anormal no tecido conjuntivo cutâneo e subcutâneo. O problema, tipicamente feminino, consiste em um armazenamento de gordura nos adipocitos (células adiposas da hipoderme). À medida que crescem esses adipocitos, as membranas pouco elásticas que os envolvem (trabéculas) se deformam e puxam os pontos de fixação cutânea, provocando o aparecimento de fendas em cujo meio se formam os vultos (cúpulas). O maior problema é que, uma vez chegando a esse ponto, o processo se mantém automaticamente, devido à obstrução da circulação sanguínea, gerando estagnação de toxinas, empobrecimento nutritivo, congestão do gel conjuntivo – que perde elasticidade- e aparecimento de fibroses.

Esse processo, cujo resultado é bastante antiestético, converte as zonas celulíticas em regiões inertes e abandonadas que já não reagem ao exercício físico e nem ao mais radical dos regimes. azul