CIRURGIA PLÁSTICA, ESTÉTICA E REPARADORA
Inicio. Cirugía plástica Contacto Dr. Arquero Perguntas freqüentes da Cirurgia Estética Buscar en cirugía plástica
Glosario de Cirugía plástica Versión en castellano English version

CIRURGIA DA MAMA

   

Implantes mamários. Complicações

 
Actualmente preferimos la colocación submuscular de prótesis de silicona no sólo por la mayor naturalidad de los senos que se obtiene al permitir la movilidad independiente de la glándula, sino también porque ésta no queda en contacto con la cápsula que envuelve la prótesis, y permite un mejor control en la prevención de su patología.
Clic sobre a imagem para ampliá-la
Atualmente preferimos a colocação de prótese submuscular. Não só porque proporciona uma maior naturalidade aos seios, já que lhe permite uma mobilidade dependente da glândula, como também porque evita o contacto com a cápsula que envolve a prótese, permitindo um melhor controle na prevenção de patologias.

Desde seu aparecimento no mercado, 1960, as próteses de silicone são a melhor opção para o aumento e reconstrução da mama. Atualmente existem no mercado uma grande variedade de próteses que se diferenciam em qualidade e quantidade de invólucro, número de câmaras, conteúdo e forma. As mais utilizadas em nosso país são as de gel de silicone e soro fisiológico.

Complicações nos implantes:

  1. Contratura capsular
    O silicone, assim como todos os materiais estranhos ao organismo, provoca uma reação: a formação de uma capa de tecido conectivo ou cápsula fibrosa, que somente provoca alterações na forma e consistência quando é excessivamente grossa, ocasionando a contratura capsular. Pode ter de diversos graus de intensidades e surgir em qualquer momento do pós-operatório, uni o bilateralmente. É um problema que pode ser prevenido, ou tratado.
  2. Exudado de Gel
    Há tendência é vazar microgotas de gel a través do invólucro externo do implante, que pode depositar-se ao redor do tecido mamário ou em outras partes do organismo. Atualmente as bolsas dos implantes são de baixo exudado, reduzindo, de forma bastante importante, este problema.
  3. Ruptura do implante
    Dificilmente ocorre espontaneamente; pode ser conseqüência de traumas, instrumentos cirúrgicos, contratura capsular severa, manuseio vigoroso da mama ou capsulotomias fechadas.
    Se a prótese é de gel de silicone, pode surgir inflamação, sensibilidade, formação de granulomas de silicone emigração do gel. O método a seguir, nesses casos, é retirar o quanto antes o implante rasgado. Se a próteses é de soro fisiológico, o conteúdo é absorvido pelo organismo.
    Para evitar que a prótese se rasgue devido ao desgaste, recomendamos substituí-las após dez anos.
  4. Outras possíveis complicações
    . É raro aparecer hematomas, seromas ou infecção. A saída ou extrusão da prótese pode ser devido a processos inflamatórios ou isquêmicos pela excessiva pressão da prótese contra a pele.
    . Insatisfação estética pode ser devido a varias razoes: excessiva contratura capsular, deslocando a prótese e produzindo assimetria; ptose ou caída do peito devido ao excesso de pele; alterações na cicatriz; tamanho inadequado devido a perda de conteúdo; desentendimento entre cirurgião e paciente em relação ao volume desejado.
    . A colocação retroglandular pode interferir na mamografia, dificultando a detecção precoce de nódulos cancerígenos na mama. Na colocação sob o músculo isso é menos factível.
    . Alteraçoes na sensibilidade da mama, areola ou mamilo, que pode aumentar ou diminuir, ser temporárias ou permanentes.
    . Casos de bloqueo intercostal, podem produzir penumotorax, normalmente leve, que é reabsorvido espontaneamente.
  5. Motivos de Polêmica
    Não foi demonstrada nenhuma relação entre próteses e enfermidades autoimunes ou câncer de mama.

 

   
Temas frecuentes en Cirugía plástica, estética y reparadora
Rinoplastia - Aumento de peito - Lipoescultura - Pálpebras - Estiramento cérvico-facial - Aumento de lábios
Orelhas de abano - Ginecomastia - Anestesia - Estética sem cirurgia - Diário de uma operação
 
Início | Contacto | Conselho Editorial | Links | Informação Legal-Privacidade | Busca
  Solicite consulta de segunda a sexta, de 10h a 14h e de 16h a 20h. pelos telefones:
  CLÍNICA DE MADRID: 91 309 29 06 / Cl. Don Ramón de la Cruz, 33 - 1º Derecha. 28001 Madrid - Espanha
CLÍNICA DE VIGO: 986 43 22 34 / Plaza de Compostela, 23 -1º D. 36201 Vigo - Espanha

  © Dr. Pedro Arquero - Clínica Cirurgia Plástica, Estética e Reparadora
  Última atualização