CIRURGIA PLÁSTICA, ESTÉTICA E REPARADORA
Inicio. Cirugía plástica Contacto Dr. Arquero Perguntas freqüentes da Cirurgia Estética Buscar en cirugía plástica
Glosario de Cirugía plástica Versión en castellano English version

PERGUNTAS FREQÜENTES

   

Redução de mama

 

1. É possível amamentar depois de uma cirurgia de redução de mamas?

Ao submeter-se a uma intervenção de redução deve-se considerar o risco de não poder amamentar. As técnicas atuais não realizam enxerto livre no mamilo ou aréola, assim que aos condutos galactóforos são preservados, permitindo a amamentação (que pode diminuiur quando é uma redução importante).

2. A sensibilidade da areola e mamilos permanecem iguais?

Geralmente sim; dependendo da técnica utilizada, volume das mamas a sensibilidade anterior à intervenção, a sensibilidade normal pode manter-se.

3. Os resultados são permanentes?

Não. A mama reduzida tende a seguir os princípios fisiológicos normais da gravidade e laxitude cutânea da mama normal, assim, deve-se manter certos cuidados neste sentido.

4. A cirurgia de redução de mama pode ser feita sob anestesia local?

É a única de nossas intervenções para a qual recomendamos anestesia geral. Embora seja possível realizá-la com anestesia local e sedação, não o consideramos aconselhável, por uma questão de precisão. A paciente é parcialmente sedada na mesa cirúrgica e qualquer movimento - inevitáveis sob este tipo de anestesia- poderia produzir variações na posição dos ombros e desajustes nas medidas, que nos permitiria obter a simetria dos seios.

5. As cicatrizes ficarão visíveis?

Com as novas técnicas, cada vez menos agressivas, as cicatrizes tendem a ser cada vez menos visíveis. Todo depende, naturalmente, de vários fatores, ente eles, a técnica utilizada, o tamanho dos seios, a cicatrização da paciente e sua tendência em desenvolver quelóides ou não, etc.

6. Na cirurgia de redução de mama eu posso decidir o tamanho de seios que quero ter, independente do seu tamanho original?

Na redução mamária, assim como em qualquer outro tipo de operação, deve-se considerar, evidentemente, os desejos da paciente mas também orientá-la sobre a harmonia estética entre os seios e o resto do corpo.

7. Há um ano e meio comecei a ter dores nas costas. Estou sob tratamento mas as dores não melhoram; o médico diz que são devidas aos meus seios, demasiado grandes 34 D) e me recomenda uma mamoplastia de redução. O que o senhor acha? Será que a causa das dores tem como causa meu busto grande?

Seios demasiado grandes freqüentemente provocam dores nas costas e alterações na coluna vertebral, principalmente a nível cervical. Estou de acordo com seu médico e também recomendo a redução mamária.

8. Que técnica o senhor recomendaria? E qual o senhor utiliza?

O mais importante não é a técnica mas sim o técnico, ou seja, o cirurgião. Aconselho você a procura um cujo trabalho você conheça. Nós utilizamos a técnica do Prof. Ivo Pitanguy, modificada para diminuir o tamanho da cicatriz no sulco mamário, levando o excesso de pele à aréola e diminuído a longitude; ou seja, nas hipertrofias mamárias deixamos uma cicatriz ao redor da aréola, outra no sulco mamária e uma outra vertical, unido ambas.

9. Gostaria de saber se há uma idade limite para submeter-se a essa intervenção. Tenho 45 anos, acha que merece a pena ou é já muito tarde?

A idade não importa, desde que o estado de saúde a permita. Operamos freqüentemente pacientes com mais de 40 anos porque, com a idade, sofrem problemas nas costas devido ao peso dos seios.

10. Há risco de desenvolver câncer de mama após de uma operação de redução?

O risco de desenvolver um câncer de mama após uma cirurgia de redução é o mesmo de antes da cirurgia. A intervenção não aumenta essa possibilidade.

11. Nesse tipo de intervenção o pós-operatório é muito doloroso?

A redução dos seios não é uma intervenção dolorosa e o pós-operatório é bastante suportável. O único cuidado mais importante é no sentido de não levantar os braços durante três semanas. Os pontos são retirados entre uma semana e dez dias, devendo usar um esparadrapo antialérgico para proteger as cicatrizes durante um mês, aproximadamente. O resultado somente poderá ser avaliado depois de seis meses.

 

   
Temas frecuentes en Cirugía plástica, estética y reparadora
Rinoplastia - Aumento de peito - Lipoescultura - Pálpebras - Estiramento cérvico-facial - Aumento de lábios
Orelhas de abano - Ginecomastia - Anestesia - Estética sem cirurgia - Diário de uma operação
 
Início | Contacto | Conselho Editorial | Links | Informação Legal-Privacidade | Busca
  Solicite consulta de segunda a sexta, de 10h a 14h e de 16h a 20h. pelos telefones:
  CLÍNICA DE MADRID: 91 309 29 06 / Cl. Don Ramón de la Cruz, 33 - 1º Derecha. 28001 Madrid - Espanha
CLÍNICA DE VIGO: 986 43 22 34 / Plaza de Compostela, 23 -1º D. 36201 Vigo - Espanha

  © Dr. Pedro Arquero - Clínica Cirurgia Plástica, Estética e Reparadora
  Última atualização